Elisa Goritzki

elisa-flauta_r.jpg

Graduação em Flauta transversal na Universidade Federal da Bahia/Brasil. Especialização em Flauta transversal na Escola Superior de Música de Stuttgart/ Alemanha.

Participou de muitos Cursos e Festivais de Música, no Brasil e no Exterior. Realizou recitais, workshops, além de apresentações de Choro, no Brasil, Alemanha, Suíça, França e Itália.

Foi iniciada na tradição do Choro nas Rodas e “Brincadeiras” na casa de Edson 7 Cordas, em Salvador/BA. Tem convivido com muitos Chorões e participado de vários grupos de Choro, desde o tempo de estudante.

Mestra pela UFBA, realizou pesquisa sobre a arte de ornamentação e improvisação no Choro, no exemplo de Manezinho da Flauta, grande flautista do Choro do Rio de Janeiro. Concluiu seu Doutorado em Flauta transversal na Universidade Federal da Bahia, realizando uma pesquisa entre os Chorões de Salvador/BA. sobre o fenômeno da interpretação no Choro. Concluiu o Pós-doutorado em 2010, na UFBA, com uma pesquisa sobre os processos de ensino/aprendizagem do Choro em Salvador/BA.

 

Fundou e coordenou durante 10 anos o Projeto  Roda de Choro do Teatro Vila Velha, em Salvador/BA

Recebeu o Prêmio de melhor instrumentista - “Troféu Caymmi/2007”, apresentando o espetáculo “A Flauta no Choro”, em Salvador/BA.

Com seu grupo de Choro “Novato” participou do Festival Sommersprossen, em Rottweil/2007, realizando em seguida concerto e workshop com o grupo na Escola Superior de Música de Karlsruhe, Stuttgart e Kassel.

Em 2011 manteve em Stuttgart, durante um ano, o “Projeto Roda de Choro” sob os auspícios da Secretaria de Cultura desta cidade.

Atualmente reside em Stuttgart, onde vem desenvolvendo ação intensa de difusão da Música do Brasil, através de encontros, apresentações, workshops e Rodas de Choro.

Em 2013 fundou em Stuttgart o Centro de Cultura Brasileira – VILA BRASIL.